Meus livros

BannerFans.com

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Amor sem amargura

Muito além do alcance das mãos e do pensamento
Chega a alma de quem ama
Semeando e colhendo frutos do que plantou;
Seja alegria ou sofrimento, a colheita
Será sempre o tempo
E o próprio caminho que alma trilhou.

E se os pés não chegam ao destino
Chora, então, em vão
 _ homem feito _
Novamente menino
Sem colo, sem berço, sem chão.

Deixai, então, o coração livre,
Asas é tudo que alma precisa.
A vida é breve, às vezes leve,
Às vezes dura;
Poucas vezes se vive a vida
Como sonhara a alma
Amor, sem amargura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus livros

BannerFans.com