Meus livros

BannerFans.com

domingo, 11 de junho de 2017

Recado

Podemos ser feliz sem pudor.
Por que impor limites aos benefícios da alma?
Amor _ se é amor _, não tem limites;
Não admite restrições;
Aprovação ou protesto, tanto faz.
Amor _ se é amor _ desconhece aflição ou calma.
Por que amor _ se é amor _, quando se manifesta, é festa.
É simplesmente amor. Nada mais.
Rompe a escuridão por uma fresta
E faz do suplício da guerra, a paz.
Porém, o amor vive intensamente todas as estações da alma.
Cria para si, em si mesmo, o tempo;
Cura ferida e traumas;
Assiste a ti mesmo, conforta-se, encalma.
O inverno é cruel para a alma que sofre solidão.
E a solidão é a pior estação.
Esta pode durar o ano inteiro;
Às vezes faz-se inverno em pleno verão.
A alma sonhadora vaga, rasteja
O ser noctâmbulo, assobia
Agudo chamado da morte
E a vida responde, aonde andas?
Tu, destino ou sorte.
Longe da esperança, senti grande solidão.
Longe do amor, senti grande solidão.
Hoje tudo é vulto,
Solidão e amor, vedes vós, oculto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus livros

BannerFans.com