Meus livros

BannerFans.com

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Velhice iminente


“Toda minha vida não lutei por ninguém, pois ninguém valia minha luta nem meus sacrifícios; esqueci todos os sentidos no amor.
O que fiz, o fiz por amor a alguém ou a alguma coisa.
Não é egoísmo, é sensatez; o próximo é uma extensão de mim.
Amei pessoas, e me apaixonei;
Amei a natureza e a arte, não os compreendi, embora eu viva interrogando a vida que se esvai.
A vida é como ervas que se apodrentam; como águas escapam pelas mãos e deixa como lembranças sua forte imagem e sabor indizível.
Eu vivi e estou pronto para partir, levado pela brisa que compõe e consome;
Mas que se prolongue, por um tempo mais, bem mais, esta estadia.”


(Velhice iminente, trecho de um poema do próprio autor).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus livros

BannerFans.com